Atividades

AS ATIVIDADES

O bootcamp é uma atividade de aprendizagem e capacitação intensiva. A metodologia utilizada é baseada no conceito de que os participantes “aprendem fazendo”, através de ferramentas e técnicas para auxiliar na criação de novos projetos, produtos, serviços e negócios. No bootcamp os/as empreendedores/as irão percorrer o caminho que vai da geração de ideias à implementação de um novo negócio.

Os benefícios do bootcamp  devem ser encarados como uma grande oportunidade de aumentar o networking e consequentemente a rede de negócios, permitindo criar novas parcerias e solidificar as ideias.

No último dia dos Bootcamp será realizado um pitch que irá classificar e hierarquizar os vários projetos individuais.

Apenas os primeiros 16 melhor classificados em cada região, transitarão para as atividades seguintes. Para o efeito será concebido um regulamento específico, contendo uma matriz de análise assente em critérios objetivos de avaliação e que possibilite elaborar um scoring, destacando as iniciativas com maior grau de inovação, enquadramento nos setores definidos pelo projeto, potencial empreendedor e time-to-market do negócio. Esta avaliação permitirá premiar os melhores projetos, que resultem na criação de um novo negócio, conforme previsto na atividade “Setup”.

Serão realizados dois Bootcamps, um em Vila real e outro em Castelo Branco, que terão a duração de cinco dias em regime residencial.

 

Para reconhecer e incentivar o espirito de iniciativa e a capacidade empreendedora será atribuído, em cada uma das regiões, um prémio à ideia de negócio melhor classificada na fase final do bootcamp, que resulte na criação efetiva de uma nova empresa. Este prémio será 5.000 € para comparticipação nos custos de constituição, alojamento físico e investimento em Marketplaces ou ferramentas de IT, etc. Os restantes empreendedores, cujas ideias de negócio derem lugar à criação de uma empresa, terão um apoio de 500€ que os ajudará a suprir as despesas associadas aos respetivos processos administrativos e legais.

A mentoria é um processo de desenvolvimento profissional assente numa relação pessoal de transferência de conhecimento, aconselhamento e apoio, com o objetivo de motivar e inspirar o/a empreendedor/a, aumentando o seu potencial. Os/As empreendedores/as selecionados/as para esta fase são detentores/as de uma ideia de negócio ou projeto de empreendedorismo inovador, com potencial de crescimento, devendo, por isso, ser reforçadas todas as dinâmicas que conduzam os seus projetos ao sucesso. Pretende-se, assim, promover a ligação entre profissionais com experiência evidenciada na gestão de negócios e nos setores alvo do projeto e empreendedores/as que procurem desenvolver as suas ideias de negócio e projetos empresariais, através de uma relação de aprendizagem informal e da partilha da experiência por parte do/a mentor/a.

O plano de negócios é uma das ferramentas de gestão mais eficaz, permitindo balizar os objetivos do negócio e os meios e passos para a sua concretização, diminuindo o risco e incerteza de um novo negócio. Para além de atestar a viabilidade da ideia de negócio, esta ferramenta induzirá a uma procura mais profunda e detalhada sobre o setor, as especificidades dos produtos e/ou serviços, clientes, concorrentes e fornecedores, estimativa dos recursos humanos, definição da forma jurídica da empresa, enquadramento tributário, capital social e a fonte de recursos. O plano de comunicação e marketing é outra das vertentes consideradas, para além da imprescindível análise financeira.

 

Com esta atividade pretende-se apoiar a criação de um novo tecido empresarial, constituindo novas empresas, preparadas para gerar novos postos de trabalho e para se afirmarem nacional e internacionalmente. Por outro lado, é altura de dar maior visibilidade e premiar o espírito de iniciativa e a capacidade empreendedora, ajudando financeiramente os projetos empreendedores que venceram o desafio do bootcamp e constituíram uma nova empresa. Acredita-se que a atribuição de prémios de mérito aos melhores projetos permite por um lado, asseverar uma maior resiliência dos novos negócios face aos investimentos de constituição de uma empresa e, por outro lado, ter um papel relevante na valorização e estímulo de uma cultura empreendedora, conferindo a esta iniciativa um carater demonstrador.